Português

Uma Revisão de LingQ para Aprender LínguasPara sugerir uma correção, faça o Login

Inteligência Cultural:  essencial para liderança

Línguas sempre me fascinaram. A coisa notável com a aprendizagem de línguas é que uma vasta gama de recursos estão disponíveis através de recentes avanços na tecnologia e gracias do Internet.

De todos os sistemas que tenho usado, aquele que mais se destaca é LingQ.com. Estou um cliente do LingQ só desde Janeiro de 2016. Como um poliglota que nunca para de aprender e usar varias línguas, é bom a ver que posso abrir um texto para o nível adequado e no mesmo tempo posso ouvir durante a leitura. Esta é uma ótima maneira de construir habilidades de compreensão. Posso simplesmente clicar uma palavra que eu não sei e ter a palavra pop-up com a sua definição. Você pode pausar a gravação para permitir a estudar novas palavras.  Você também pode ouvir duas vezes mais lentamente.   Você também pode salvar as palavras pela estudar em flashcards. Estas palavras serão na tela como palavras amarelas em qualquer texto de futuro que você encontra. Quando você está mais familiarizado com as palavras amarelas, você pode alterar o tom da cor.  O tom de amarelo e mais levin quando você notifica o sistema que você se familiariza com a palavra. Você pode definir o idioma para receber as definições no idioma desejado. Eu tenho as minhas definições em grego, por exemplo. Mas posso escrever definições em outro idioma também.

LingQ no Nível Avançado

LingQ e bom para todos os níveis: avançado, intermediário e iniciantes. No nível avançado, onde sou no Português, Espanhol, Francês e Italiano, acho que LingQ é uma maneira que dá prazer para manter e melhorar as línguas que eu já sei em um nível avançado. Eu gosto de ouvir as vozes dos oradores durante a reprodução e cria uma experiência mais gratificante. Às vezes, eu também gostaria de colocar os textos gregos apenas para apreciar as histórias familiares e ouvir a voz de quem lê os materiais.

LingQ no Nível Intermediário

Utilizo LingQ pela o nível intermediário também, onde sou em norueguês e mandarim.  Estou impressionado com a quantidade de material disponível em chinês. Gosto mais agora (em agosto 2016) que tenha pinyin também. Tal como acontece com a maioria dos alunos do lingua chinesa, muitas vezes conosco uma palavra quando quando eu ouvi-lo.   Mas não posso usar a palavra numa conversa. A parte difícil é que muitas vezes não e fácil para aprender um ideograma chinês. Com o tempo e exposição, é claro, nós aprendemos o ideograma também. É muito bem que dois ideogramas chineses são muitas vezes associada juntos como uma “palavra” para aprender uma nova “palavra”. Isto é importante porque a língua chinesa funciona de uma determinada maneira. Muitas vezes não posso reconhecer uma parte da nova “palavra”. Em outras palavras, reconheço um dos ideogramas, mas não o outro. LingQ é útil desta maneira. Às vezes LingQ criou uma cadeia de ate quatro caracteres juntos em uma expressão, que é importante para fazer, porque a língua chinesa é conhecida por suas expressões idiomáticas construídas por quatro ideogramas. Outros idiomas também têm tais desafios, às vezes.  Mas para idiomas que usam alfabetos, LingQ separa utiliza a palavra como unidade. Então, isso significa que o usuário sempre precisa gastar esforço extra para superar os desafios de expressões idiomáticas.

Como para a língua norueguesa, LingQ está em versão beta porque não tem conteúdo suficiente para ser considerada como um conjunto completo. Felizmente, existe algum conteúdo para me manter ocupado e para me ajudar a melhorar meu norueguês. Acho que quando vá para a seção “biblioteca” sob “aprender” que há algum bom conteúdo para os usuários que têm um nível intermediário e um monte de conteúdo para o novato.

Gosto muito ouvir o rádio NRK. Quando cheguei na Noruega, estava ouvindo o rádio uma vez e de repente ouvi alguma coisa que parecia ser um dialeto diferente. Parecia mais fácil de entender que outros dialetos. Parecia mais claro. A Noruega tem muitos dialetos diferentes e parece que há catorze maneiras diferentes para soletrar “jeg” ou eu. Pergunto-me quantas maneiras diferentes existem pela pronunciar essa palavra na variedade de dialetos. No final, foi o sueco como escutava. Acontece que NRK tem muitas transmissões do rádio sueca. Quando você aprende norueguês, acontece que você aprende por osmose sueco a uma certa medida. Então eu comecei a jogar com a coleção LingQ de material sueca.  LingQ tem muita material em sueco.  Pela mi e um prazer a fazer uma comparação entre norueguês e sueco. Gosto muito ver quais palavras são completamente diferentes entre as duas línguas e os que são na sua maioria idênticos ou semelhantes.

Em holandês e alemão, sou no nível média-baixa.  Usei LingQ.com muito para melhorar o meu holandês, especialmente durante a Add One Challenge do Brian Kwong.   LingQ mantém o controle de quantas palavras você sabe. Como usei o sistema muito pela aprender holandês, mais do que qualquer outra língua, em minha conta de LingQ, tenho mais ‘palavras conhecidas’ que em outros idiomas. (4953 a 15 de Abril de 2016).   Aprecio os Podcasts com Fasulye, uma alemão que vive na Holanda que tem conversações com uma holandesa que vive na França. Eles discutem a língua, a cultura e a vida em seu país de adoção e contrasta com o seu país de origem. A técnica de LingQ me ajudou muito com o holandês. Agora é muito mais fácil de ouvir o fluxo de conversação normal e sempre estar ciente de quando uma palavra termina e outra palavra começa. Então posso isolar uma palavra e perguntar o significado quando preciso deles. As pessoas também notaram uma grande melhoria na capacidade de conversar em holandês e posso engajar em conversações significativas entre holandeses.

As 4953 palavras que “conosco” pode incluir diferentes conjugações do mesmo verbo e formas de plural de substantivos mesmos. Além disso, as palavras aparecem em LingQ num contexto, de modo que torna mais fáceis de as “conhecer”. Quando usamos os flashcards, o contexto desaparece. É sempre possível que uma pessoa não é capaz de se lembrar estas palavras no momento certo durante um discurso. É a escolha de cada usuário do declarar como “conhecemos” a palavra. LingQ também me dá a oportunidade de dizer que “reconheço” a palavra. Neste caso, a palavra assume um leve tom de amarelo. Eu recomendo que os usuários de LingQ mantenham a palavra como “reconhecida” enquanto for necessário até encontrar o ponto de aplicar facilmente a palavra no discurso ou na escritura.

Russo e turco são duas outras línguas oferecidos pela LingQ que conosco um pouco. Comecei a estudar o russo em 1990. Quanto à língua turca, comecei vários anos mais tarde. Nunca atingiu o nível intermediário em qualquer das línguas.  LingQ pode me ajudar a melhorar em ambas as línguas, quando eu estou pronto para dar-lhes prioridade. O russo tem o equipamento completo e  o turco está em versão beta.

LingQ para um Novato Absoluto

Ate umas meses, começou a utilizar o LingQ para Finlandês, onde sou um novato absoluto. Sendo um principiante absoluto é sempre o maior desafio para mim. Parece mais fácil depois que já sei, pelo menos, os meus primeiros 500 ou 1000 palavras e posso usar a linguagem para perguntar sobre a aprendizagem. Agora estou tentando vários recursos diferentes pela chegar a esse nível em finlandês. Por experiência sei que a persistência é importante na aprendizagem de uma língua.  A variedade e também muito importante. Acabo de comprar Teach Yourself Finnish que tenha duas CDs pela ayudar porque acho que LingQ não é suficiente. A razão pode ser que finlandês é em versão beta.

LingQ também oferece versões completas para japonês, coreano e polonês. Estes são três línguas com as quais tenho muito pouca exposição. Tentei um curso do Cybervision pela ajudar quando visitou o Japão em 1995.

Vale a pena para mencionar as línguas que LingQ tenha em versão beta: árabe, checo, finlandês, esperanto, hebraico, latim, norueguês, romeno, turco e ucraniano. Estas línguas não tem conteúdo suficiente (curso de áudio de duas horas para iniciantes, curso de áudio de cinco horas para os intermediários, e cinco horas de curso de áudio para os avançados), mesmo assim eles tem conteúdo os usuários podem desfrutar e aprender.

Para um pouco de diversão, antes de participar da Reunião Poliglota em Berlin, comecei o 15 de abril de 2016 para usar as lições a esperanto no LingQ. A ideia surgiu de visitar LingQ para esperanto depois que nos compartilhamos uma ligação para esperanto onde posso utilizar alemão ou Inglês como uma base para exercícios em esperanto.

Por agora, acho que só começou a apreciar a capacidade de LingQ. O sistema tem muitas características que ainda não aprenderam a usar. Você pode criar flashcards, baixar materiais de de aprendizagem para mantê-las no iPad o iPhone, e interagir com a comunidade LingQ. LingQ também tem um fórum. Também é possível importar o conteúdo que você deseja estudar. Isso é algo que ainda não o fizeram. Isso pode ser especialmente útil para línguas beta, se você achar que não há conteúdo suficiente. Você também pode dar aulas para ganhar pontos e passar esses pontos para ter aulas. Além disso, você pode pagar para ter 15 minutos de aulas de sessões. Há provavelmente muito mais em LingQ que não tenho conheço. Com o tempo, vou aprender mais sobre o potencial do LingQ.

Divulgação: Dimitris não é uma subsidiária da LingQ e recebe nenhuma compensação para tais recomendações.

Voce fala português melhor que Dimitri? Faz um conto no Yozzi e comenta sobre o texto. Obrigado!

Fazer uma sugestão








Close suggestion window?



sugestão 93(-)
texto original Estou
correção sugerida Sou cliente
explicação Acho que assim é mais comum. Mas mesmo assim,o seu texto está muito bom e eu vou seguir essa recomendação.
tipo de erro outro
comentários dobráveis (+\-)
No comments yet

About the author

Dimitris

Add Comment

Click here to post a comment

Login

Existing Users Log In
 Remember Me  

Register

New User Registration
*Required field